sábado, 1 de abril de 2017

Menti.

É incrível como, num ano, tanta coisa pode mudar. 
É absurdo como o brilho nos olhos pode ser tão intenso agora e completamente apagado daqui a nada.
É surpreendente como num minuto celebramos o ganho e na hora seguinte sofremos pela perda. 
Mas avassalador mesmo é o quanto algumas coisas podem durar enquanto não são proferidas. 
Um sentimento não contado jamais poderá ser não correspondido. E nem correspondido será, contudo.
É incrível como, em um ano, um sentimento não muda.
E depois é absurda a nossa vontade inata de fazermos o que está errado.
E é surpreendente como a dor nunca é dor até se saber que o é.
Mas avassaladora mesmo é a nossa capacidade de estragar tudo aquilo em que tocamos, que é quase perfeito nos nossos pensamentos.
Uma ferida em que não se toca irá, eventualmente, parar de sangrar. E assim é com os sentimentos.
O sentimento que foi proferido deixa de ser nosso, passa a ser do mundo, passa a estar sujeito à avaliação dolorosa dos outros.
Então, menti desde o início, porque queria que isto fosse só meu.
Menti, agora, porque estava calada há mais de um ano.
Menti, mais uma vez, porque o brilho nos olhos esteve cá desde o primeiro vislumbre.
Menti, constantemente, porque o primeiro minuto foi suficiente.
Porque isto é importante. Porque não queria estragar mais. Porque já dói.
Menti porque não quero apenas um dia. 
Menti porque não estou só curiosa. 
Menti porque te quero por inteiro, num sentimento que, no meio da mudança, nunca mudou.

11 comentários:

  1. Adorei o texto! muito bom!

    Beijinhos,
    Inês
    http://www.indiglitz.pt

    ResponderEliminar
  2. Olá Bea, tudo bem?
    Amei o texto! Muitas vezes mentimos com medo da resposta ou da rejeição, mas acho que ficar esperando alguma coisa, viver em duvida... pode ser pior.
    Beijos!

    Http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  3. Meu Deus!
    Isso me soou tão íntimo que alguns trechos me remeteram a um passado "pobre" em que mentia para ter pessoas por perto. Que bacana ler isso e perceber a mudança nunca contemplada. Obrigado.

    ResponderEliminar
  4. Oi, tudo bem?
    Que texto lindo e verdadeiro, parecia descrever situações que realmente aconteceram comigo. Continue escrevendo, você tem muito talento!!

    ResponderEliminar
  5. Olá, Bia!
    Você arrasa nos textos e mais uma vez conseguiu me emocionar.
    Um beijo.
    Cássia Pires

    ResponderEliminar
  6. Bia, às vezes, mentimos por insegurança e por fantasiar com a verdade, por achar que não a merecemos ou que é bem mais negativa do que de fato é. Adorei seu texto e espero ter contribuído com essa humilde reflexão.

    Até o próximo post...

    ResponderEliminar
  7. Que texto lindo. Me trouxe algumas reflexões. Você arrasou e eu adorei. Beijos

    ResponderEliminar
  8. "Menti, mais uma vez, porque o brilho nos olhos esteve cá desde o primeiro vislumbre [..] Menti porque te quero por inteiro, num sentimento que, no meio da mudança, nunca mudou." Que incrível, meu Deus! Muito perfeito! Adorei e me emocionei! As sentenças que coloquei foram as que mais me tocaram a alma, mas o texto todo é incrível e super bem escrito! De muita profundidade e delicadeza! Amei!

    Eliziane Dias

    ResponderEliminar
  9. Oi!
    Adorei seu texto, achei os versos com muitas reflexões intensas, principalmente porque as vezes mentimos pra nós mesmos sem perceber, com medo das mudanças que isso pode trazer

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...